• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

Quando e como posso remover o último Exchange on-premises após migração para o EXO?

Olá pessoal,

Muitas vezes deparamos com esta questão. Como migramos nossos usuários para o Exchange Online podemos remover o Exchange on-premises?

Como bons administradores de Exchange devemos ter cautela em responder esta questão pois envolve alguns cenários.

Quando a sincronização de diretório está habilitada para um tenant e um usuário é sincronizado do on-premises, a maioria dos atributos não pode ser gerenciada por meio do Exchange Online e deve ser gerenciada no on-premeses. Isso não é devido à configuração híbrida, mas ocorre devido à sincronização de diretório. Além disso, mesmo que utilize a sincronização de diretório sem executar o Assistente de Configuração Híbrida, você ainda não poderá gerenciar a maioria das tarefas de destinatário na nuvem.

Vejam estes outros cenários:

Cenário 1: minha organização está em execução em uma configuração híbrida e tenho todas as minhas caixas de correio no Exchange Online. Não preciso gerenciar meus usuários no on-premises e não tenho mais necessidade de sincronização de diretório ou sincronização de senha.

Solução: Como todos os usuários serão gerenciados no Office 365 e não há requisitos de sincronização de diretório adicionais, você pode desabilitar a sincronização de diretório com segurança e remover o Exchange do ambiente local.

Cenário 2: A minha organização vem executando uma configuração híbrida há cerca de um ano e, finalmente, migrou a minha última caixa de correio para a nuvem. Planejo manter o AD FS (Serviços de Federação do Active Directory) para a autenticação de usuário de minhas caixas de correio do Exchange Online. (Este cenário se aplicaria a qualquer cliente que esteja planejando manter a sincronização de diretório.)

Solução: Como o cliente planeja manter o AD FS, ele também precisará manter a sincronização de diretório, pois esse é um pré-requisito. Por isso, ele não pode remover totalmente os servidores Exchange do ambiente on-premises. No entanto, ele pode desativar a maioria dos servidores do Exchange, mas manter alguns servidores para gerenciamento de usuários. Lembre-se de que os servidores que são mantidos em execução podem ser executados em máquinas virtuais, pois a carga de trabalho é quase completamente deslocada para o Exchange Online.

Cenário 3: Desejo remover meus servidores Exchange local depois de mover todas as minhas caixas de correio para o Exchange Online. No entanto, descobrimos que elas estão usando o Exchange para outros fins, como para uma retransmissão de protocolo SMTP para um aplicativo ou para obter acesso a pastas públicas. Se você precisar de servidores do Exchange locais para atender às necessidades atuais da sua organização, talvez não seja do seu interesse remover os servidores locais.

Solução: Não recomendamos a remoção do Exchange e a configuração híbrida neste ponto. Se você fosse iniciar o processo apontando os Registros de Descoberta Automática (Autodiscover) para o Exchange Online, imediatamente danificaria alguns recursos, como o acesso a pastas públicas híbridas. Você poderia alterar o registro MX para apontar para o Proteção do Exchange Online, se isso ainda não tivesse sido feito, e poderia até mesmo remover alguns dos servidores Exchange locais. No entanto, você precisaria manter recursos suficientes para lidar com as funções híbridas restantes.

Mesmos após estas analises vocês estejam convictos que devem remover o Exchange on-premises, podemos seguir os procedimentos abaixo:

1 . Execute o comando para checar se a pasta pública está definida como Remote.

Get-OrganizationConfig | Format-List PublicFoldersEnabled
Se a pasta pública estiver definida com REMOTE, você necessita migrar as pastas públicas para o Exchange Online.

2. Quando todas as mailboxes estiverem no Exchange Online, então aponte o MX e o Autodiscover to Exchange Online.

3. Remove o Service Connection Point (SCP) do Exchange Server.

Get-ClientAccessServer | Set-ClientAccessServer -AutoDiscoverServiceInternalUri $Null

4. Remove o Inbound e Outbound connectors do Office 365 criado pelo Hybrid Configuration Wizard (HCW).

Efetue logon no Office 365 Admin portal usando a credencial de Administrator.
Vá para Mail Flow e logo após em Connection. Selecione o inbound e outbound connector e desative.

5. Remova o Organization Relationship criado pelo Hybrid Configuration Wizard (HCW).

Efetue logon no Office 365 Admin portal usando a credencial de Administrator.
Vá para Organization, e então sharing. Selecione o valor e delete.

6. Desative a sincronização do diretório para todos os usuários. Após completar estes passos, todas as tarefas administrativa do Office 365 podem ser realizada através do Office 365 Admin Center.

7. Remova o Exchange Server on-premises.

Compartilhamos aqui algumas informações importantes quando após analise identificamos que não necessitamos mais do Exchange on-premises instalado em nosso ambiente após migração para o EXO.

Até a próxima,

Marco Antonio (Mada)

30/12/2019

0 responses on "Quando e como posso remover o último Exchange on-premises após migração para o EXO?"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WB - Todos os direitos reservados
X