• Nenhum produto no carrinho.

Fusão de Fibra Optica

Emendas Ópticas

 Uma emenda óptica consiste na junção de 2 ou mais seguimentos de fibras, podendo ser permanente ou temporária. Servem para prolongar um cabo óptico, uma mudança de tipo de cabo, para conexão de um equipamento ativo ou efetuarmos manobras em um sistema de cabeamento estruturado.Como características básicas, as emendas apresentam as seguintes características:- Baixa Atenuação: típica de 0,2 à 0,02dB por emenda:


– Alta Estabilidade Mecânica: cerca de 4 kgf de tração;
– Aplicações em Campo: requer poucos equipamentos para sua feitura.Existem três tipos de emendas ópticas:- Emenda por Fusão: as fibras são fundidas entre si;
– Emenda Mecânica: as fibras são unidas por meios mecânicos;
– Emenda por Conectorização: são aplicados conectores ópticos, nas fibras envolvidas na emenda.As emendas ópticas, sejam por fusão ou mecânicas, apresentam uma atenuação muito menor que um conector óptico.Processo de EmendaQuando efetuamos um dos 3 tipos de emendas mencionados, devemos obedecer etapas distintas do processo de emenda, estas etapas são necessárias para que possamos ter o desempenho desejado. O processo de emenda consiste nas seguintes operações:LimpezaOs passos envolvidos nesta etapa são:
Remoção da capa do cabo;
Remoção do tubo LOOSE;
Remoção do gel com o uso de álcool isopropílico, utilizando-se algodão, lenços de papel ou gaze.
DecapagemEsta operação consiste em:
Remoção do revestimento externo de acrilato da fibra;
Limpeza da fibra com álcool isopropílico;
Repetir o processo até que todo o revestimento externo da fibra seja removido.
ClivagemA clivagem de uma fibra óptica consiste no corte das extremidades das fibras em um ângulo de 90º, ou seja, cada ponta da fibra deve ter sua face paralela. Esta necessidade do ângulo ser de 90º deve-se ao fato de quando fizermos sua emenda, ambas as faces deverão estar paralelas para uma perfeita emenda. É nesta etapa que devemos o máximo de cuidado com o manuseio da fibra, é desta etapa que saíra a fibra pronta para a emenda.A clivagem de uma fibra óptica é feito usando um equipamento que faz um risco na fibra, analogamente ao corte de um vidro pelo vidraceiro.As operações envolvidas são:
Clivagem da fibra;
Limpeza das extremidades com álcool isopropílico.
Atenuações em Emendas ÓpticasComo já mencionado em conectores ópticos, existem 2 tipos de fatores que influenciam o processo de emenda, que são:- Fatores Intrínsecos;
– Fatores Extrínsecos;
– Fatores Reflexivos.Fatores IntrínsecosSão os fatores que envolvem a fabricação da fibra óptica, são os seguintes:- Variação do diâmetro do núcleo;
– Diferença de perfil;
– Elipticidade ou Excentricidade do núcleo ou casca.É especialmente crítico a variação do diâmetro do núcleo para as fibras Monomodo.Fatores ExtrínsecosSão os fatores que decorrem do processo de emenda, são os seguintes:- Precisão no alinhamento da fibra;
– Qualidade das terminações da fibra;
– Espaçamento entre as extremidades;
– Contaminação ambiental.Fatores RefletoresSão os fatores que advém das próprias emendas, estas podem gerar em seu interior, reflexos de luz que irão atenuar os sinais transmitidos, ocasionando perda de potência.Com os equipamentos empregados no processo de emenda, e a constante melhoria na qualidade da fabricação da fibra, este tipo de atenuação é inferior a 50dB.Emenda por FusãoÉ o processo pelo qual, 2 seguimentos de fibra são fundidos entre si, através de uma descarga elétrica produzida pelo equipamento.As etapas envolvidas são:
limpeza;
Decapagem;
Clivagem;
Inserção do protetor de emenda, "Tubete Termo Contrátil";
Colocação das fibras no dispositivo V Groove da máquina de fusão;
Aproximação das fibras até cerca de 1µm;
Fusão através de arco voltaíco;
Colocação do protetor e aquecimento.

Esquemático do dispositivo de fusão das fibras
Máquina de Emendaa por Fusão – FurukawaEmenda Óptica MecânicaÉ o processo pelo qual, 2 seguimentos de fibra são unidos usando-se um Conector Óptico Mecânico. Neste tipo de emenda os processos de limpeza, decapagem e clivagem são iguais aos processo por fusão.As etapas envolvidas são:
limpeza;
Decapagem;
Clivagem;
Inserção de cada extremidade da fibra em uma extremidade do conector;
Verificação da correta posição das fibras;
Fechamento do conector.

Conector Mecânico tipo FIBRLOCK II, fabricação 3M
Conector Mecânico FIBRLOCK II fechadoEmenda Óptica por ConectorizaçãoNeste tipo de emenda, as fibras ópticas não são unidas e sim posicionadas muito perto, isto é conseguido através do uso de um outro tipo de conector chamado de Adaptador, mencionado na parte de conectores. Este tipo de emenda é executada de forma rápida, desde que os conectores já estejam instalados nos cordões ópticos.Ele é também muito usado em acessórios ópticos chamados de Distribuidores Ópticos, onde fazem a interface entre um cabo vindo de uma sala de equipamentos e os equipamentos ativos instalados noo andar, no Armário de Telecomunicações.
Emenda Óptica através da adaptador

WB - Todos os direitos reservados
X